04 junho 2012

Racional x Emocional

2k12

Racional   : "Pensa em alguém com quem você gostaria de estar agora."
Emocional: "Tá. Pode ser meu cachorro?"
Racional   : "Você não tem cachorro!"
Emocional: "Mas eu gostaria de ter."
Racional   : "Pensa em alguém pessoa. Do sexo oposto, por favor."
Emocional: "Fácil... pera... pô... são tantas."
Racional   : "A mais gostosa."
Emocional: "Não pode ser a mais inteligente? Porque mulher gostosa a gente arruma por vinte reais."
Racional   : "Justo. Pensou?"
Emocional: "Sim, mais ou menos."
Racional   : "Como mais ou menos? Escolhe uma só. Que você queira estar agora."
Emocional: "Beleza. Foi. E agora?"
Racional   : "Escreve pra ela. Qualquer coisa."
Emocional: "Tá..."


Sei que somos diferentes, temos opiniões diferentes, objetivos diferentes. Mas eu gosto de você.
Tentei entender esse sentimento que tive por você. Pensei bastante.
Não vou dizer que somos feitos um para o outro. Não vou dizer que imagino tendo um filho contigo.
Tudo isso é conseqüência do amor. E como disse anteriormente, eu só gosto de você.
O que eu quero agora é tentar ser feliz. Seja sozinho ou ao seu lado. Prefiro a segunda opção.
Me machuquei muito no passado e você também. Temos cicatrizes que provam isso.
Podemos tentar algo juntos... por que não?
Até que esse sentimento todo seja consumido e transformado em estrela. Bem sabemos que ela brilha por uma eternidade.
Gosto da maneira que me ameaça com seu olhar. Me desconcerto e tudo que faço é rir.
Seu sorriso é lindo e sempre tenho em mente abri-lo com minhas poucas palavras.
Você me tira do sério e eu me sinto vivo.
Lembra daqueles silêncios desconfortantes?
Ah, se pudesse ler minha mente!
"Beija-me. Delicia-me."
Repita isso mais vezes e terá um belo resumo do meu anseio.
Ah, se pudesse tê-la ao meu lado!
Daria carinho no abraço,
Colocaria no colo,
Beijaria tua boca,
Acariciaria teus seios.
Deixei há tempos de fazer o tipo romântico, mas mantenho palavras e promessas. Sou sincero.
Não existiria outra entre nós, pois tua beleza me basta. Externa, interna e da alma.
Somos diferentes, mas não são essas diferenças que complementam o outro?
Por favor, não compare o que foi escrito aqui como efeito de álcool, fumo ou cheiro de qualquer outra substância que causa devaneio. Sou menino homem. Sei do que quero. Sei principalmente de quem eu quero.
Mulher, olhe para a janela!
Não importa o clima, para mim está um lindo dia.
Pois foi o dia que eu decidi me apaixonar por você.


Racional   : "Hum, ficou bom."
Emocional: "Achei normal. Seria mais fácil se eu tivesse amando."
Racional   : "Sabe o mais legal? O que você escreveu serve para qualquer uma. Não há nada muito específico."
Emocional: "É verdade. E isso é bom?"
Racional   : "É perfeito! Temos chances com todas."
Emocional: "Tá... Da próxima vez você escreve."
Racional   : "Não, não. Acho melhor você falar e eu agir. Sabe como funciona, né... Nóis não ama, nóis engana, mente o tempo inteiro, até levar pra cama."


3 comentários:

Tim Lopes disse...

Eu leio seus posts, amico

Gi disse...

É RECÍPROCO, MEU AMOR!
TAMBÉM TE AMO!

Gi disse...

Anyway.... o que chamamos de "amor", "paixão", "gostar"... é uma opinião bem particular. Uns acham que amar é um resultado, uma construção, uma decisão, uma 'primeira vista'.

Até que ponto ficar falando "só gosto", mas agir ocmo se estivesse perdidamente apaixonado, não é simplesmente mentir? Mas aí cai no que eu disse acima..

E, óbvio, concordarei com o racional. Conteúdo altamente padrão de uma alma solitária se julgando incompleta e procurando o inteiro, não a complementaridade, não a adição.
E está um lindo dia apenas porque decidiu se apaixonar? Não deveria depender disso.