14 junho 2010

Uma Conversa No MSN

2k10

Um conversa com meu amigo de infância Luiz Alberto.
No caso abaixo, começamos a conversa por causa de um dos vários vídeos peculiares que o youtube nos oferece.

(...)
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
uaahuauauauhauuauhuhauauhauauhhuauhahauhau
as pessoas nao tem mais noção... eu me acho tao normal perante elas;.
Eagleheart diz:
com certeza cara, depois da internet, eu descobri o quanto eu sou normal...
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
mas isso eh bom?
tipo... agente se achava meio ímpar no meio da sociedad.e.. nao eh ruim se achar tao... comum ?
*a genmte
*a GENTE
Eagleheart diz:
cara, vai soar meio filosófico isso...
mas tô vendo que o raro é ser comum...
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
mlk...
vc abriu minha mente.
fodeu! caiu o cérebro!
foi mt filosofico
Eagleheart diz:
¬¬
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
eu to falando sério.tirando a parte do cerebro.
foi foda.
gostei mt.
Eagleheart diz:
é meio contraditório né, mas faz muito sentido...
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
nao eh mais contraditório se vc entender a constante da vida.
tah... agora falando sério.
nao eh contraditório... tudo leva a isso... todo mundo, pelo menos os brasileiros, ignorantes em sua GRANDE maioria, kerem 15, 10, 5 minutos de celebridade....
e fazem o q for...
se rolar grana entaum kra...
eles fazem mt pior.
sabe o pior?
mts desses seres... continuam nascendo aos montes... principalmente no nordeste...
parece q a camisinha nao existe por lá...
tao implantando televisão agora eu acho.
Eagleheart diz:
então cara, isso faz bastante sentido...
e se vc analisar através dos anos, a tendência continua sendo piorar...
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
mas sabe pq isso acontece?
tipo... pq as pessoas nao tem instrução?
existem vários motivos, mas aonde sempre acabamos? Na kestaum da educação.
aih vc fala... pobre nao vai a escola...
mas a escola do pobre eh tao pobre qnt.
se o governo investisse...
mas o governo nao ker deixar as pessoas inteligentes...
senao elas, pessoas, vao ver q tem mais direito e correr atras deles.
pro governo eh valido isso?
kra...
... qm eh classe média devia se dar por feliz.
Eagleheart diz:
não acho cara...
a gente pode muito mais do q a gente tem...
Rod [ com saudade da pretinha. ] diz:
sim, mas eu digo isso pq tem mt gente tentando tentando tentando e fracassando... e acaba entrando em depressão por conta disso.
a gente de classe média tah bem, nao digo q eh pra se conformar...
mas cara.. temos cabeça e inteligência. Podemos ganhar espaço aos poucos.
Nao precisamos nos mostrar ao ridiculo e tb nao precisamos roubar.
estamos no ekilibrio.
se dah pra melhorar, q bom.
mas geralmente trabalhamos para nao piorar.
Eagleheart diz:
hum, isso eu entendo, e concordo...
não temos a melhor das vidas, mas tb não vivemos mal...
(...)

Pense.
Não muito.
E tire suas próprias conclusões.

(comentem também em: http://blackdragondomain.wordpress.com)

Um comentário:

Vivi Hitachiin disse...

Mais discordo do que concordo.
Concordo até a parte óbvia. Não é novidade pra ninguém que falta incentivo na educação, principalmente no Brasil. Mas daí a falar que as pessoas pobres e sem estudo têm que se prestar ao ridículo ou roubar pra subir na vida é um pouco demais.
É claro que acontece, e muito.
Mas eu te pergunto: onde o índice de ladrões é maior? Em um bairro pobre no nordeste ou em Brasília?
Fica difícil responder, ne?
O que quer dizer que o pessoal da classe média alta é tão ruim, ou pior do que as pessoas pobres e necessitadas.
Porque pelo menos as pessoas pobres, na maioria das vezes roubam por necessidade, por não terem o que comer. E a galera de Brasília, rouba por que? Pra garantir a viagem para a Europa da filha de 15 anos, ou a segunda lua de mel eu Dubai.
É claro que ser pobre não é desculpa pra roubar. Tanto marginal por aí que rouba pra sustentar vício, pra comprar droga ou arma. Mas pertencer à classe média também não é, e nunca será, um certificado de honestidade absoluta.
E sobre se prestar ao ridículo para conseguir alguns minutos de fama...por Deus, posso fazer uma lista imensa de pessoas com uma condição de vida razoável a boa que fazem isso.
Ex-BBB's são exemplos clássicos.